Reagente! Affronta i fatti !!!! C'è vita con l'HIV!

.

Deu Reagente! E agora? Encare Os fatos!!!! Eu Sei, e sei bem! Falar é Fácil! Mas Eu Fiz e Faço! Muitas vezes sangra onde sairiam Lágrimas

Eu acordei há algumas horas e o domingo estava meio que viscoso.

Parecia, horível sensação, que eu nadava em uma piscina cheia de “gordura vegetal”.

Così, appiccicoso, soffocante, triste e, “Smelly Cat”.

Este é o tipo de coisa que, eu sei bem, abala as estruturas emocionais,E gera aqueles momentos de “mal-estar”.

Em naqueles dias eu não tinha esperanças. Não havia medicação efetiva e o que havia (O AZT) era mais eficiente em matar do que a própria AIDS… (…) …

Beto Volpe que o diga… O Mesmo a respeito de um outro amigo, Paulo Giacomini, que num momento extremamente difícil para mim, confiou a mim uma tarefa muito importante, que ele deveria entregar, forse, ad una compagnia. Bem, o Paulo tem um “Temperamento Forte e, por outro lado, eu também”.

Isso gerou alguns arranca rabos, mas, no fim, tudo estava certo e eu me sinto muito orgulhoso por ter levado, com as orientações dele, o “serviço” a um bom termo. Temos nos falado pouco, eu e o Paulo, mas eu sei que, se algo de importante dentro da minha área de “expertise” aparecer, ele me chamará ao dever e eu seguirei incontinenti.

É, Sim, É Bem Verdade. Tem Um Ótimo Tribunal À Nossa Espera E Lá… Bem, Lá Não Há Acordos

Mas o que me traz aqui, hoje, um domingo é uma tentativa de postar, em todos os domingos, algo que ajude as pessoas ainda chocadas com um diagnóstico “reagente” possam encontrar alívio e, no caso do que eu vou publicar hoje, tentar oferecer algo que eu recebi naquele ano mesmo, de 1994.

Eu fazia um pequeno trabalho dentro do CRT-A, quando ele ainda ficava na rua Antônio Carlos; eu fazia este trabalho porque sempre soube que “é dando que se recebe” e você recebe, sempre, algo
criado com o que você deu. É uma troca. O Universo recebe cada minúscula onda de vibração, benigna ou maligna, de qualquer, “coisa que você produz ou emana” e, embora eu não professe nenhuma religião, sou uma espécie de _estudioso da Bíblia_ (muita pretensão minha […]), e se eu conheço uma boa afirmação sobre o que é, ou seria, para alguns, um bom código de conduta, expresso por um obscuro aprendiz de carpintaria:

“A cada um segundo suas obras”

Eu pergunto a você que, não sei bem o porquê, alcançou este texto, se isso não lhe parece bastante sensato?…

Pois é… Eu acho que você concorda comigo e, talvez, tenha ficado assustado com o legado que você tem deixado (na verdade despachado para a estação final de sua peregrinação) e é muito sensato da sua parte que fique muito preocupado com isso…

TahitiBem, o que eu sei a respeito de Deus é bem pouco, mas conheço-o por Seu Amor por suas criaturas, feitas a partir de Sua própria essência (eu convido você a meditar algum tempo no que tange esta afirmação tem embutida em seus refolhos…).

Doações de Sangue

O que eu acredito é que o Amor dEle tem, para nós e por nós, proporções incognoscíveis, mesmo porque nosso vocabulário é tão pobre e limitado que nenhum esforço nosso, por maior que seja, nos permite que, pelo menos por enquanto, nós possamos decifrar um enigma de tais proporções.

Eu queria contar que quando eu fui parar numa casa de apoio, depois de ter sido abandonado por literalmente todos, sem exceções notáveis, a não ser a presença de uma amiga, que chegou, no seu desespero, a propor que ela fosse fazendo doações de sangue para mim, TODOS OS DIAS, até que eu pudesse estar “senza HIV".

Mesmo agora, tanto tempo depois, uma lágrima emerge e eu fico com os olhos marejados. Eu expliquei para ela que, infelizmente isso não funcionaria porque o sangue que ela doasse, tão rápido entrasse no meu organismo, seria também contaminado e ela, uma querida amiga que o tempo, com seus momentos de sadismo, fez com que nós nos perdêssemos, mas que ainda me lembro de tal nobreza… Paciência… Tempo e Paciência, para ser mais específicos, resolvem qualquer coisa…. Para o bem ou para o mal, isso depende muito do que você despachou adiante.

fatalismo

Bem, isso cria uma expectativa de fatalismo inevitável e pode levar à uma ilação equivocada que diz: “Perdido por um, perdido por mil”.

Não é bem assim! Felizmente. O “Velho Chico” (Xavier) explicou, em sua magnífica simplicidade e sabedoria irretocável, que nós não podemos escrever um novo começo, mas podemos “editar o futuro”, gerar um novo hoje e mudar por completo o fim.

Bem, eu acho que já falei demais para um domingo e tudo o que eu queria era dar mote ao que tentei escrever logo no início do texto, como sempre, acabei divagando…. Sinceras desculpas.

cieloEu me envergonho do que fui, das coisas que fiz e considero que viver com HIV e suas complicações é uma maneira muito bondosa que o Universo encontrou para eu solver meus débitos diante do “Tribunal onde não se faz acordos”, processo de reforma íntima que, sem tentar demonstrar alguma vaidade, sob nenhum ponto de vista, em que eu ousaria dizer que, hoje, sou uma pessoa nova, muito diferente daquele que eu fui um dia e, se tenho algo a dizer em minha defesa, e eu o teria, prefiro me abster de mencionar, pois isso lançaria mais cargas de culpa do que eles já tem para carregar.

“Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; pois o que passa daí, vem do Maligno.” (Mt 5, 37.)

In ogni caso, io vengo qui con il testo enorme senza aver nominato il testo che segue:

[wpmp_news_ticker_vc date=”false” category_show=”false” social=”false” orderby=”views” custom_style=”on” secondarycolor=”#ffffff”]

Hai ricevuto il tuo reagente diagnostico e hai paura? Pensi che la tua vita sia finita? Stai avendo pensieri "del tipo senza nozione "?

Hai bisogno di avere le tue speranze!

Comprendi che la mia capacità di recupero è stata costruita un giorno alla volta, una malattia dopo l'altra, una SUSAN DOPO L'ALTRO!

La resilienza non è qualcosa con cui sei nato! ROW IT! Uno dopo l'altro. Ad ogni caduta segue inevitabilmente un nuovo rimbalzo!

In sintesi:

Alzati

Scuoti la polvere!

E girati!

Il tuo medico, il tuo medico può fare molto per te!

La tua famiglia, se ne hai, perché non ce n'è uno rimasto per me, possono o non possono fare qualcosa per te.

Dio potrebbe fare tutto per te!

Ma sta a te decidere di andare avanti o sedere sul marciapiede!

Pensi che parli troppo? Si prega di leggere la mia storia medica obsoleta! 🙂 Potrebbe volerci un po 'di tempo!

E per quanto riguarda la salute, è un diritto di tutti e un dovere dello Stato

Annunci

Pubblicazioni correlate

Commenta e socializza. La vita è migliore con gli amici!

Questo sito utilizza Akismet per ridurre lo spam. Scopri come vengono elaborati i dati dei tuoi commenti.

Soropositivo.Org, Wordpress.com e Automattic fanno tutto ciò che è alla nostra portata per quanto riguarda la tua privacy. Puoi saperne di più su questa politica in questo link Accetto l'informativa sulla privacy di Soropositivo.Org Leggi tutto in Informativa sulla privacy

%d blogger come questo: