Ultimo

La cura dell'HIV continua a sfuggire ai medici

Cure dell'AIDS ancora lontane Cura ainda distante

Dar medicamentos dentro dos limites de horas da infecção por HIV não é uma cura, dizem os médicos que estão tratando um bebê em Milão, na Itália.

O bebê recém – nascido eliminou o vírus de sua corrente sangüínea, mas o HIV re-emergiu logo após o tratamento antiretroviral parar.

Os médicos esperavam que um rápido tratamento pudesse prevenir o HIV de tornar-se estável no corpo.

Os peritos dizem que havia “ainda algum caminho a seguir” antes que uma cura fosse encontrada.

O tratamento medicamentoso percorreu um longo caminho desde que o HIV chamou a atenção do mundo nos anos 80 e a infecção não é mais uma sentença de morte.

Entretanto, os antiretrovirais só eliminam o vírus da corrente sangüínea deixando reservas de HIV em outros órgãos intocados.

A esperança era que agir antes das reservas se formarem fosse uma cura eficaz.

O Bebê HIV

Médicos na Universidade de Milão e a Fundação Don Gnocchi na cidade relataram um caso, no jornal médico Lancet, un bebê nascido de uma mãe com HIV em 2009.

O tratamento medicamentoso começou um pouco depois do nascimento e o vírus rapidamente desapareceu da corrente sangüínea. O HIV era indetectável na idade de três anos.

Os médicos disseram: “Em vista destes resultados, e recentes relatos da aparente cura da infecção por HIV, e em concordância com a mãe, nós paramos a terapia antiretroviral”.

Por uma semana tudo pareceu bem, mas na segunda semana, depois da interrupção do tratamento, o vírus tinha retornado.

O Prof. Mario Clerici, da Universidade de Milão, disse ao site de notícias da BBC: “Apenas algumas horas após a infecção, o vírus já tinha começado a semear os órgãos e esconder então a terapia não pode erradicar o HIV.

pilulas

“Você pode tratar pacientes, mas você não pode curá-los. Agora isto é impossível”.

Como se nós não tivéssemos problemas a granel, ainda vem alguns ignorantes querendo criminalizar o HIV. Isso só piorará a situação se consolidar-se. Ridículo

Em Julho, uma bebê nos EUA nascida com HIV e acreditada curada depois de um tratamento muito precoce, descobriu-se que ela ainda abrigava o vírus.Os médicos disseram que os testes na criança de quatro anos do Mississípi indicava que ela não estava mais em remissão.

Ela parecia livre do HIV até Março, sem receber tratamento por quase dois anos.

“Uma cura para o HIV ainda está no marco zero”, disse o Prof. Clerici.

Probabilidade distante

Ao comentar sobre as descobertas a Profa. Sanjaya Senanayake, da Escola Médica Universitária Australiana, disse: “Este caso mostra que HIV indetectável no sangue não significa que o corpo está livre do vírus e que ainda há algum caminho a seguir antes que uma cura seja encontrada”.

Somente uma pessoa foi “curada” do HIV.

Em 2007, Timothy Ray Brown recebeu um transplante de medula óssea de um doador com uma mutação genética rara que resiste ao HIV.

Notem que a cirurgia que le fez é extremamente arriscada e que de cada 5 pacientes que fazem, um sobreviveXCHARX.

Ele não mostrou sinais de infecção por mais de cinco anos.

Por James Gallagher, Editor da Seção de Saúde do Website de notícias da BBC

Nota del redattore Soropositivo.Org:

Aí vem aqueles irresponsáveis da revista superinteressante e publicam: “AIDS: Cura à vista”.

PQP

Tradotto da Rodrigo Sgobbi Pellegrini

Annunci

Apois Seropositivo.Org

AIUTO MANTIENI QUESTO BLOG IN CORSO


Sembra come no, ma c'è un grande volume di spese per mantenere questo sito e qualsiasi valore puoi donare, è buono!

Anche con l'idea di pagare 11% su donato, vedere solo. Da $ 10,00 che sei venuto a dare, avrei ancora $ 8,90 e, anche gocciolare è meglio che asciugare ....





Monete in una protezione su una priorità bassa bianca

Commenta e socializza. La vita è migliore con gli amici!